sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Dor abdôminal: O que você deve saber antes de consultar o seu médico.

O que saber antes de consultar o seu médico quando você tem dor abdominal?

O que é dor abdominal?

O abdômen é uma área anatômica que é delimitada pela margem inferior das costelas e diafragma acima, o osso pélvico (ramo púbico) abaixo, e os flancos de cada lado. Embora a dor abdominal possa surgir dos tecidos da parede abdominal que circundam a cavidade abdominal (como a pele e os músculos da parede abdominal), o termo dor abdominal geralmente é usado para descrever a dor originada de órgãos dentro da cavidade abdominal. Os órgãos do abdômen incluem o estômago, intestino delgado, cólon, fígado, vesícula biliar, baço e pâncreas. A dor abdominal pode variar na intensidade de uma dor de estômago leve à dor aguda severa. A dor é muitas vezes inespecífica e pode ser causada por uma variedade de condições.

O que causa dor abdominal?

A dor abdominal é causada por inflamação (por exemplo, apendicite, diverticulite, colite), pelo alongamento ou distensão de um órgão (por exemplo, obstrução do intestino, obstrução de um canal biliar por cálculos biliares, inchaço do fígado com hepatite) ou por perda de fornecimento de sangue a um órgão (por exemplo, colite isquêmica). Para complicar as coisas, no entanto, dor abdominal também pode ocorrer por razões obscuras sem inflamação, distensão ou perda de suprimento de sangue. Um exemplo importante deste último tipo de dor é a síndrome do intestino irritável (IBS). Estes últimos tipos de dor são muitas vezes referidos como dor funcional porque não reconhecível (visível) causas para a dor foram encontrados.

Como é diagnosticada a causa da dor abdominal?

Os médicos determinam a causa da dor abdominal contando com:

  • Características da dor
  • Exame físico
  • Exames e testes
  • Cirurgia ou endoscopia
Os três últimos itens depende de terceiros mas o primeiro, "características da dor", depende somente de você. Por isso, é bom ter em mente as informações abaixo para que a consulta com o seu médico Gastroenterologista seja produtiva.

Diagnóstico.

As informações obtidas por meio do histórico do paciente são importantes para ajudar os médicos a determinar a causa da dor. Isso inclui a maneira como a dor começa, sua localização, padrão e duração. Ele também inclui o que torna a dor pior, bem como o que alivia-lo. Sintomas e sintomas associados, como febre, diarreia ou sangramento também são considerados.

Como a dor começa?
Quando ocorre a dor? Sempre? Mais frequentemente de manhã ou à noite? Se a dor vem e vai, quanto tempo dura cada vez? Isso ocorre depois de comer certos tipos de alimentos ou depois de beber álcool? Durante a menstruaçăo? Estas são perguntas típicas que seu médico pode perguntar e que podem ajudar a determinar a causa. Por exemplo, a dor abdominal que surge de repente pode sugerir um evento súbito, como a interrupção do fornecimento de sangue ao cólon (isquemia) ou obstrução do ducto biliar por um cálculo biliar (cólica biliar).

Localização?
O seu médico pode perguntar: A dor está em todo o seu abdome ou está confinada a uma determinada área? Onde no seu abdômen a dor parece estar localizada?

A localização da dor pode ajudar a diagnosticar certas causas, como a apendicite, que normalmente provoca dor no meio do abdômen, que depois se move para o abdômen inferior direito, a localização usual do apêndice. Diverticulite normalmente provoca dor no abdômen inferior esquerdo onde a maioria dos divertículos colônicos estão localizados. Dor da vesícula biliar (cólica biliar ou colecistite) normalmente é sentida no meio, abdômen superior, ou o abdômen superior direito perto de onde a vesícula biliar está localizada.

Padrão da dor?
Que tipo de dor você está experimentando? É uma pontada ou constante? É uma dor maçante? A dor também irradia para a parte inferior das costas, ombros, virilhas ou nádegas?

Padrões de dor podem ser úteis no diagnóstico de dor abdominal. Uma obstrução do intestino, por exemplo, causa inicialmente ondas de dor abdominal cãibra devido a contrações dos músculos intestinais e distensão do intestino. A verdadeira dor de cãibra sugere contrações vigorosas dos intestinos. Obstrução dos canais biliares por cálculos biliares tipicamente provoca constante dor abdominal superior. A pancreatite aguda normalmente causa dor severa, implacável e constante na parte superior do abdômen e na parte superior das costas.

Duração
Quanto tempo você teve a dor pode ajudar a determinar a causa. A dor do IBS, por exemplo, tipicamente cera e diminui ao longo de meses ou anos e pode durar anos ou décadas. A dor da cólica biliar dura entre 30 minutos e várias horas, e a dor da pancreatite dura um ou mais dias. As doenças relacionadas com o ácido, tais como a doença de refluxo gastroesofágico (DRGE) ou úlceras duodenais tipicamente mostram periodicidade, ou seja, um período de semanas ou meses durante o qual a dor é pior seguida por períodos de semanas ou meses durante os quais a dor é melhor.

O que torna a dor pior?
O que você estava fazendo quando começou? A dor é pior se você tossir? Dói para você respirar? Dor devido à inflamação (apendicite, diverticulite, colecistite, pancreatite) normalmente é agravada por espirros, tosse, ou qualquer movimento agitado. Pacientes com inflamação como a causa de sua dor preferem ficar quieto.

O que alivia a dor?
Alguma atividade como comer ou deitar de um lado alivia a dor? Será que ficar em um lugar ou movendo-se aliviar a dor? Vomitar faz a dor melhor ou pior?

Ações e atividades que proporcionam alívio podem auxiliar no diagnóstico. A dor do IBS e constipação é muitas vezes aliviada temporariamente por evacuações e pode estar associada com alterações no hábito intestinal. A dor devida à obstrução do estômago ou do intestino delgado superior pode ser aliviada temporariamente pelo vômito, o que reduz a distensão causada pela obstrução. Comer ou tomar antiácidos pode aliviar temporariamente a dor de úlceras do estômago ou duodeno porque tanto os alimentos como os antiácidos neutralizam o ácido que é responsável por irritar as úlceras e causar a dor. Dor que desperta pacientes de sono é mais provável de ser devido a causas não funcionais.

Sinais e Sintomas Associados
Sinais e sintomas podem ajudar na identificação da causa da dor. A presença de febre sugere inflamação. Diarreia ou sangramento retal sugere uma causa intestinal da dor. Uma febre e diarreia sugerem inflamação dos intestinos que pode ser infecciosa ou não infecciosa (por exemplo, colite ulcerativa ou doença de Crohn).

Após a Visita ao Médico
Não espere uma cura instantânea ou diagnóstico imediato. São muitas vezes necessárias várias visitas ao consultório e testes para estabelecer o diagnóstico e / ou excluir doenças graves. Os médicos podem iniciar você em um medicamento antes de um diagnóstico firme ser feito. Sua resposta (ou falta de resposta) a esse medicamento às vezes pode fornecer ao seu médico pistas valiosas quanto à causa. Portanto, é importante que você tome a medicação prescrita. Notifique o seu médico se os sintomas piorarem, se os medicamentos não estão a funcionar ou se pensa que está fazendo efeitos secundários. Não auto-medicar (incluindo ervas, suplementos) sem discutir com o seu médico. Mesmo o melhor médico nunca acertará de primeira, por isso não hesite em discutir abertamente com o seu médico referências para segunda ou terceira opiniões se o diagnóstico não pode ser firmemente estabelecida e a dor persiste. A auto-educação é importante, mas certifique-se de que o que você lê vem de fontes confiáveis.

Consulte um médico Gastroenterologista para saber a causa da sua dor abdominal.










Sem comentários:

Publicar um comentário